22 de novembro de 2016

Resenha - Eu, meu pai e meus outros amores

Título: Eu, meu pai e meus outros amores 
Autor(a): Lilian Reis
Editora: Novo Século
Nº de páginas: 318
Eu não era diferente de outras ADOLESCENTES da minha idade. Bem, talvez um pouquinho mais arrogante, teimosa, irônica, medrosa... E como todas elas, sonhava com um ROMANCE — um bem MELOSO, que matasse todas de inveja... Rá, isso era bem difícil, já que eu tinha medo até de conversar com um garoto. Tá, mas nem tudo aconteceu como eu queria. Tem coisas na vida que acontecem só pra te detonar, não é? Ou, talvez, pra te ensinar. Infelizmente, eu tive de aprender da maneira mais dura, que o meu mundinho ideal, era uma imensa bola cheia de nada. Para mim, tudo o que importava era mãe, padrasto e amiga. Meu pai era ausente — acho que o odiava. “SÓ QUE NÃO"! Pra encurtar, acreditava que minha vida na cidade maravilhosa, fosse perfeita, mas fui obrigada a conhecer outro mundo ― que mais parecia outro planeta. O lugar era no meio do nada, cheio de pessoas desinteressantes, que tinham a palavra “alegria” tatuada na testa. Imagina só, eu, uma garota descolada, acostumada com praia, balada, cinema e tal, ir parar no meio do mato. Jesus me abana!Quer saber o que aconteceu? Convido você a viajar comigo até Estrela do Campo e ver com seus próprios olhos!


Quantos tipos de amores existem? E quantos vocês, ou eu, conhecemos? Podemos enumerá-los? Amor de irmãos, amor fraterno, amor materno, amor paterno, amor de amigos, amor de pessoas inesquecíveis e tantos outros...

É estranho e, ao mesmo tempo, incrível falar do amor. Um sentimento puro, que chega de varias formas em nossas vidas. Podemos amar de tantas maneiras, que ele acaba nos consumindo e nos fazendo respirar de outros feitos e viver de outros tantos jeitos.

“Eu, meu pai e meus outros amores” retrata a vida de Jade, uma linda moça de 17 anos, nascida no Rio de Janeiro que, após perder sua mãe e seu padrasto em um terrível acidente de carro, se vê obrigada a morar com seu pai, com quem não convivia desde a infância, em uma fazenda no interior de Minas Gerais. Para Jade, que já estava sem chão por ter perdido sua mãe, melhor amiga e confidente, teria que se acostumar com uma nova vida, um novo mundo, onde não queria estar.
Após sua chegada na fazenda, Jade descobre que não será tão ruim assim morar em um lugar tão belo e aconchegante, mas muitas coisas a impedem de se adaptar. Uma delas é a magoa que sente por seu pai, por tê-la abandonado, não ter presenciado os momentos mais importantes de sua vida e por ter se dedicado aos filhos de sua segunda esposa.

Jade só quer ficar sozinha, mas todos parecem vigiá-la, e isso acabava fazendo com que ela trate todos muito mal. Porém, ela também não facilita e sempre que pode é mimada e irritante, se deixando levar pelo que quer sem pensar no próximo. 

É difícil contar sobre o enredo sem colocar minha opinião em cada ponto. O comportamento de Jade em relação a todos, e principalmente a seu pai, Bernardo, é extremante mimado e irritante, mas, ao mesmo tempo, compreensível. Não sei se me entenderam! Mas, depois de tudo que ela sonhou em uma família perfeita, com um pai que a acompanhasse, como os de seus amigos, e ter a percepção de que aquilo nunca aconteceria, e se conformar com isso, ai depois ter seu mundo virado de cabeça para baixo e ser obrigada a conviver com Bernardo, é extremante confuso de se entender, e isso mexe com a cabeça de qualquer pessoa.  

Com o tempo, Jade se conforma com a nova realidade e passa a entender como é ter um irmão, já que Eduardo, podendo ser chamado de Du ou Duke, um dos filhos de Isolda, atual esposa de seu pai, é extremamente carinhoso e amigo. Tenho que confessar, se eu não tivesse lido algumas resenhas e opiniões de leitores, diria que o Du seria o par amoroso de Jade, entretanto, à medida que a leitura ia fluindo, percebi o amor de irmão em suas palavras e atitudes que eram retratadas. E fiquei encantada em constatar como ele era perfeito e completava Jade nesse ponto.

Ela descobriu, também, um novo amor materno, e um amor verdadeiro, aquele que sempre sonhou: Fred. Com tantas descobertas, ela passa a aceitar seu pai e a entender os motivos de seu afastamento. E quando isso acontece, Jade tem seu mundo virado de cabeça para baixo novamente!

É tudo tão intenso do inicio ao fim. O enredo vai retratando a nova vida de Jade, sua adaptação em um novo lugar e as novas pessoas. E claro, a aceitação de seu pai, e o amor por Fred. Fiquei um pouco sentida pela autora não ter aprofundado tanto o romance de Jade com Fred, entretanto, pude perceber que o seu intuito era mostrar quantos tipos de amores podem envolver uma pessoa, e isso me encantou muito a cada página lida.

Sofri e ainda sofro de uma relação de amor e ódio com o Fred. Um cara legal, três anos mais velho que Jade, calado e misterioso, além de, como seu irmão, lindo de morrer, com aqueles olhos azuis. Jade e Du o comparam com o Damon, de The Vampire Diaries. Porém, apesar de ser mais velho que ela, suas atitudes parecem de um adolescente aprendendo a conhecer a vida, e não como um homem deveria ser. Há passagens onde é abordada a primeira vez de jade, e não consegui entender varias de suas atitudes, e isso me deixava extremamente irritada. Em alguns desses trechos, tive vontade de largar o livro por essa causa! Entretanto, em outras, como quando Jade passou por certas dificuldades, me sentia envolvida e amando Fred com as mesmas forças e possibilidades que Jade. Isso era tão confuso, e ainda é, já que nunca conheci um personagem assim!

“Eu, meu pai e meus outros amores” é narrado em primeira pessoa, muitas vezes do ponto de vista de Jade, mas vemos também pelos “olhos” de Fred, Bernardo, Duke e Isolda, seus modos de verem cada situação em relação a Jade. Dentro de suas 318 páginas, temos a percepção clara do amadurecimento de cada personagem, de como eles evoluem dentro de suas individualidades e como, juntos, realmente se tornam uma família, que cresce e se fortalece perante as dificuldades.

Outra coisa que não posso deixar de comentar é que já havia lido “A garota de treze”, que é o último livro publicado da autora Lilian Reis, e, após terminar “Eu, meu pai emeus outros amores”, que foi seu primeiro livro publicado, pude fazer a comparação da sua escrita, e fiquei impressionada com a evolução e claro seu “toque” de falar com perfeição sobre as fases da adolescência, sobre os paradigmas e conflitos que existem na cabeça da maioria das adolescentes. 

Recomendo a todos os amantes de romances, aos leitores que buscam uma leitura fluida e ágil, e também aqueles que buscam um livro envolvente. Porque é isso que “Eu, meu pai e meus outros amores” proporciona: um romance de várias formas e jeitos, uma leitura rápida e envolvente.






Leiam também a resenha "A garota de Treze", aqui!

33 comentários :

  1. Bella, obrigada pela resenha perfeita.

    Beijão, Lilian.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilian, eu que agradeço pelo o livro maravilhoso.

      Excluir
  2. Eu adorei a resenha, adorei o livro, a Jade parece ser um pouco complicada, mas atrante.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Allex,

      fico feliz que tenha gostado, o livro é muito bom e sim a Jade é bem complicada e também uma personagem muito interessante. Vale muito apena conhece-la.

      Beijos e obrigada pela visita.

      Excluir
  3. Oi Bella!
    Não tenha medo de dar a sua opinião em cada ponto do livro! Eu amo quando a resenha é bem pessoal, quando quem lê fala tudo o que achou e o que faria no lugar da protagonista *-*
    Eu até gosto de livros assim, mesmo... Só que to num momento muito emotivo, então não sei se conseguiria ler esse livro de boas sabe? Sem sofrer de alguma forma!!! Eu vou deixar a dica anotada, sua resenha tá linda!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lu,

      Também gosto de resenhas que expressem a opinião do resenhista, pra mim, desperta mais o meu interesse no livro. Obrigada pelo incentivo.
      É uma pena que você não esteja na "Vibe" de livros mais emotivos. Mas assim que estive melhor ou que estiver com vontade de ler algo do tipo, dê uma chance a " Eu, meu pai e meus outros amores". Não vai se arrepender.

      Beijos e obrigada pela visita.

      Excluir
  4. Oie,
    Percebi pela sua resenha que o livro é muito forte, cheio de emoção. Não faz muito meu tipo favorito para leitura mas quem sabe um dia, não é?
    Beijinhox

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bharbara,

      "Eu, meu pai e meus outros amores" é sim um livro muito forte e bastante emotivo. É uma pena que não seja o seu gênero favorito, mas quando quiser algo diferente, leia ele sim. Creio que vai gostar bastante.

      Beijos e obrigada pela visita.

      Excluir
  5. Oieee, tudo bem? Gostei da resenha e já tinha visto esse livro em algum lugar, porem só agora li algo a respeito! Vou tentar buscar mais sobre ele e quem sabe compro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Estou bem sim. Fico feliz que tenha gostado da resenha. Procure sim e se tiver a oportunidade de ler, creio que não vai se arrepender.

      Beijos e Obrigada pela visita.

      Excluir
  6. Olá, tudo bem?
    Nunca havia visto este livro antes, mas ve a resenha e o conteudo apresentado desperta a vontade de começar a ler :D

    ResponderExcluir
  7. Bella que livro mais lindo menina <3 eu realmente fiquei apaixonada pela sua resenha e gostaria muito de ler esse livrinho, parece ser aqueles que prendem em todo o instante.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Hey, Bella!

    Ah, morro de preguiça de personagens mimados e irritantes.
    E como você disse que houve outros momentos no livro que detestou, vou deixar pra lá essa dica. Esse livro não é pra mim. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oie Bella!!
    Ainda não conhecia esse livro. A sinopse não chamou minha atenção, mas a sua resenha me fez ficar curiosa.
    De cara não fui muito com a cara da protagonista... kkkkkk muito mimada assim, arrogante... não tenho muita paciência. Mas se a história mostrar q tem um amadurecimento, acredito q vale a pena de ler.
    Não leria por agora, mas não descarto a possibilidade.
    Bjo

    ResponderExcluir
  10. oi ^^
    menina eu conheço esse livro de tantas resenhas que eu já vi, mas não é uma leitura que me chame a atenção sabe?
    adoro quando o autor dá aquela evoluída na escrita, por isso sempre que posso costumo ler outro trabalho dele pra ver como está. que bom que pode comprar isso com a autora.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Não conhecia esse livro, mas já fiquei curiosa para ler.
    Adorei o seu blog.

    Beijinhos.
    Blog Dentro das Páginas

    ResponderExcluir
  12. Li sua resenha, e sinceramente não é um livro que me agradaria. Gostei da proposta de muitos amores, de uma vida diferente e de ganhar um irmão maravilhoso. Mas os contos negativos que quase te fizeram largar o livro iriam me irritar demais. Se tivesse o livro em mãos até daria uma chance, mas não pretendo comprá-lo.

    ResponderExcluir
  13. Eu gosto de romances, mas este não me interessou muito. Então vou deixar passar a dica! Beijão

    ResponderExcluir
  14. Lendo sua resenha fiquei com a sensação de que já conhecia o livro... Aí, antes de comentar fui dar uma conferida na estante e, sim, eu tenho ele a muito tempo mas ainda não o li. Parece que estou perdendo tempo esses anos todos em que ele ficou ali parado, largado e eu sem conhecer a história - que me parece muito interessante e reflexiva.
    Espero curtir :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?
    Não conhecia o livro nem a autora, mas, confesso que fiquei muito curiosa para conhecer seu enredo, personagens e sua forma de abordar os diversos tipos de amores. Sobre a personagem se apresentar irritante e mimada em algumas partes, bem, deve irritar mesmo e ser compreensível, como você mesma disse. Sugestão anotada!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  16. Oi. Primeiro, parabéns pela bela resenha, já na introdução, estava babando. Desde que esse livro lançou, fiquei louca para lê-lo e apreciar a escrita da autora, fora que o título é bem poético.

    ResponderExcluir
  17. Oie, tudo bem? Vejo muitas pessoas falando bem desse livro, li muitas resenhas positivas que assim como a sua me deixaram muito curiosa pra ler.

    ResponderExcluir
  18. Ola! :D
    Já tinha visto a capa desse livro, mas não fazia ideia do que se tratava a história, após ler a sua resenha fiquei curiosa para conferir a escrita da Lilian. Acho maravilhoso quando um livro faz nossos sentimentos entrarem em conflito como ocorreu com os seus! <3
    Beijinhos e até logo!

    ResponderExcluir
  19. Oi Bella.

    Eu já tinha visto a capa do livro nas redes sociais, mas não tinha interessado em ler uma resenha. Mas lendo a sua resenha, eu gostei da história e fiquei com vontade de conhecê-la inteira, pois sua opinião foi bem positiva. Dica Anotada.

    Bjos

    ResponderExcluir
  20. O que eu, um fã incondicional de Lilian, posso falar desse livro? Li ele já faz alguns anos mas até hoje me encanto por esse enredo apaixonante e pela forma singular de Lilian trazer seus personagens.

    ResponderExcluir
  21. Oi.
    Eu amei sua resenha e esse livro, já entrou na lista de preferência para comprar!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Eu li esse livro já tem bastante tempo e amei a história. Jade é uma menina adorável, mas tem seu momentos de teimosia. Eu entendi que ela sentia ciúme do pai, pois ele nunca foi tão próxima dela como dos seus enteados. O amor de Jade e Fred é conturbado, mas é o que mais me chamou a atenção na história. A Lilian está de parabéns pela bela história que criou.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  23. Oi, flor!
    Confesso que o título me fez pensar que esse era um romance incestuoso. D: Mas gostei muito da proposta da autora em retratar os diferentes tipos de amores que temos: fraterno, filial, romântico... Gostei de saber que Jade se desenvolve como protagonista, que ela não se deixa ficar para sempre naquele seu mundo particular no qual as demais pessoas não existem. :) Fiquei curiosa e desejo ler esse livro!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  24. Não sei se tenho clima para livros fortes e emotivos, como uma leitora citou acima. Mas já tinha ouvido falar deste e da autora também. Um dia terei a chance de ler.

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  25. Olá!!

    Nunca li nenhum livro da Lilian, mas tenho muita vontade, até por que ouvi dizer e após ler sua resenha que se tratam de romances com dramas e tal, e é um gênero que amo ler!
    Parabéns pelo blog!

    Abraços

    ResponderExcluir
  26. Oi Bella,
    Não conhecia nenhuma obra da autora e sou uma eterna amante do amor. Acredito que ele está em tudo e em todos e sim, podemos amar muitas pessoas cada uma de um jeito diferente. Fiquei bem curiosa para conhecer as obras indicadas.
    beijos

    ResponderExcluir
  27. Oie
    faz um bom tempo que procuro ler esse livro pois o titulo me deixa imensamente curiosa e sempre ouvi muitas divergências de opiniões e também muitos elogios, que legal que gostou tanto e indica, ja esta anotada a dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Acho que eu não leria. Apesar de amar e apoiar a leitura nacional eu não curti o enredo a protagonista ou a idade, eu já tô cansada de pessoas com 17 anos...
    Amei sua resenha com todo o seu coração na frente, mas, passo a leitura.

    ResponderExcluir