2 de julho de 2017

8 Minutos - Fabiula Bortolozzo




Título: 8 Minutos
Autor: Fabiula Bortolozzo
Editora: Amazon (e-Book)
Nº de paginas: 111

Depois do seu sucesso com "Bella Donna: Amor no Feminino", Fabiula Bortolozzo regressa ao romance em cenário histórico com "Oito Minutos", desta vez acompanhando as feridas que nunca cicatrizaram de uma mulher que amou profundamente outra mulher.
"Nesse momento, Clarissa fez uma pausa, respirou fundo, me deu um beijo no pescoço e me abraçou tão forte que chegou a doer. “Você sabe que oito minutos é o tempo que a luz demora a chegar do Sol até à Terra? Se o Sol explodisse, a Terra permaneceria mais oito minutos recebendo os raios de um Sol que já não existiria mais. E ela me disse que levaria oito minutos para voltar. No entanto, não voltou. Nem em oito minutos, nem em oito horas, nem em oito dias. Simplesmente, desapareceu sem deixar sinal."

8 Minutos conta a história de Lia, uma escritora que resolve passar férias em uma pacata vila de poucos habitantes. Ela acaba se hospedando na pousada de Clarissa e, quanto mais conhece essa mulher, mais se deixa envolver pelos seus encantos e mistérios. Aos poucos, o sentimento das duas vai além de uma simples amizade e, juntas, vivem momentos únicos e muito tocantes.

Apesar de ter encontrado alguns erros de revisão, a escrita de Fabiula é muito leve e fluída, o que acaba tornando a leitura muito gostosa de acompanhar. Além disso, a narração é envolvente e acolhedora ao mesmo tempo, facilitando ainda mais a conexão do leitor com toda a ambientação da trama. E os erros acabam não atrapalhando tanto a leitura.

"Levantou-se e foi caminhando ligeira, como se seus pés não tocassem a areia. Me deixou muda, querendo ouvi-la contar mais sobre aquele lugar, sobre a gente que ali vivia, sobre ela."

O mais interessante e original dessa história é sem dúvida alguma a diferença de idade entre o casal. Estamos muito acostumados a ver casais héteros desse tipo e até mesmo, casais gays. Mas quando se trata de casais lésbicos, ainda há uma nuvem machista pairando sobre eles, afinal a maioria conta sempre com duas mulheres belíssimas e, principalmente, jovens.

Falando do casal protagonista, o destaque da trama é total e completamente dele. Existem sim personagens secundários, mas o protagonismo de Lia e Clarissa é delas, e ninguém é capaz de tirar. A autora soube bem como trabalhar as personagem para que elas fossem as estrelas e não tivessem seus lugares tomados por outros personagens, como acontece em muitos livros por aí.

A trajetória desse enredo segue por um caminho que é bem difícil de prever. Com cenas históricas, passando pela ditadura militar, a autora relata como os momentos opressões e suas sevícias podem destruir uma pessoa. Tudo isso relacionado ao passado de Clarissa e aos segredos pelos quais ela se culpa até o presente momento. É bem claro a dedicação que a autora teve para construir essa parte da história, que se tornou a minha favorita, inclusive.

"Tem feridas que o tempo transforma em cicatrizes, mas as cicatrizes continuam a queimar a vida toda."

Foi o meu primeiro livro da Fabiula e só comecei a ler por indicação da minha namorada, devido ao nosso desafio de ler mais e-Books esse ano. Confesso que foi uma bela surpresa. Não chega a ser uma história 5 estrelas, na minha opinião, algumas coisas poderiam ser melhor trabalhadas e/ou aprofundadas. Mas, a história é bela e sentimental; mostra a pureza que o amor é capaz de trazer às pessoas.

Então, se você gosta de romance com um caminho profundo e belo, cheio de inspiração e envolvente, pode apostar que vai gostar de viver o amor de Lia e Clarissa.

"Existem coisas no passado que nunca vão embora, que não podem ser apagadas, para que uma parte de nós não desapareça junto. O vácuo que fica pode ser insuportável." 


3 comentários :

  1. Obrigada pela resenha meninas, adorei!! Fico feliz que tenham gostado do livro. Recomendo para vcs meu outro livro Bella Donna: amor no feminino. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oie amore,

    Que capa interessante... já me encantei de cara.
    Adoro as histórias que trazem escritores.. sempre se tornam meu chodó.
    Anotei a indicação hoje!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Parabéns pela resenha, não conhecia a obra e a autora, mas curti a capa e o enredo que você descreveu, me pareceu diferente do que estamos acostumadas por aí.. Enfim, vou por na lista e espero me encantar também pelo livro.
    Bjs

    ResponderExcluir