30 de julho de 2017

Resenha - Crônicas de Markus #1




Título: Crônicas de Markus #1
Autor: Marcio Zanini
Editora: Xeque-Matte
Nº de paginas: 248

Tudo que o humilde camponês Markus queria, depois de anos turbulentos, era continuar sua vida da melhor maneira possível. Suas esperanças foram renovadas com a chegada de Liliana à pequena vila. O que parecia o início de uma nova oportunidade acabou se transformando em um pesadelo terrível com a maldição que a família da jovem carregava. Sozinho no mundo, inocente quanto sua condição, incapaz de conduzir suas novas vontades, Markus acaba se agarrando aos mais próximos tentando evitar às mudanças que a vida lhe impôs. Seu medo e falta de conhecimento acabam guiando seu destino para longe dos seus objetivos. Em outra parte, Thomas, um inocente garoto, começa a ser treinado pelo experiente guerreiro Hill. Seu treinamento é brutal e violento com a única intenção de prepará-lo para se tornar, em breve, um caçador de vampiros, a serviço de um clã que deseja eliminar do mundo todos os chupadores de sangue. O encontro entre dois mundos distintos irá abalar os vampiros e o clã e desestruturar a vida que conhecem. Crônicas de Markus traz de volta os vampiros clássicos. O realismo da condição vampírica, a crueldade e o vazio que uma vida cercada de morte carrega consigo.

Markus é um viúvo na faixa dos 30 anos que, após muitas rasteiras da vida, acaba se apaixonando por Liliana, uma jovem inocente e pura, que não sabe nada do mundo. Ela, por sua vez, também se encanta pela beleza estonteante de Markus e seu ar misterioso e triste. O que nosso protagonista não sabia era que estava se envolvendo com uma família amaldiçoada, colocando em perigo seu próprio destino.

Paralelamente, conhecemos Thomas, um jovem que está sendo treinado desde criança para se tornar um caçador de vampiros. Hill, seu tutor, tem um sentimento paterno pelo rapaz muito bonito e sofre calado ao ter que submeter Thomas aos treinos mais cruéis para que o menino se fortaleça. 

"Antes de cair definitivamente no sono, deu um enorme suspiro e sua alma encheu de paz e tranquilidade. Um alívio que o pensamento na moça lhe dava. Uma surpresa na vontade de permitir alguém em sua vida novamente. Permitir que alguém entrasse."

O ambiente narrado é bem característico das histórias clássicas de vampiros, com vilarejos sombrios e mansões vitorianas. O clima tem uma tensão que mescla mistério e elegância, como nas histórias de Anne Rice. Não existe excesso de romantismo nem sentimentalismo. Os vampiros são os demônios mais temidos por aqueles que os encontram; são seres sanguinários, violentos e sensuais. E essas características são exploradas de forma brilhante durante toda a trama.

A escrita de Marcio me surpreendeu bastante. Achei que seria uma leitura complexa com um vocabulário bastante rebuscado, mas foi bem o oposto. Percebe-se que o autor tem um enorme domínio da escrita, mas isso não faz da mesma algo difícil. Mesclando o clássico com o contemporâneo, o autor tem uma capacidade hipnotizante de fazer o leitor entrar na história e devorar página atrás de página.

"O horror começava a se apoderar em seu coração e mente. Havia algo ali. Ele não conseguia ouvir, ver ou sentir. Mas sabia que tinha. Sua nuca arrepiava e sua coluna se contraía. Olhava ao redor em desespero tentando ver algo."

Apesar da fluidez, a trama é muito minuciosa e atraente, o que torna o enredo ainda mais viciante. As reviravoltas um tanto inesperadas aguçam a curiosidade e aumentam a vontade de saber o final dessa história, tornando quase impossível largar o livro, tanto que terminei a leitura em apenas um dia. 

Marcio criou um quebra-cabeça coerente e intrigante, mantendo algumas peças perdidas, o que aumenta a nossa vontade de ler a continuação. A única coisa que me incomodou mesmo foi a parte em que Liliana e Markus se apaixonam. A meu ver, pareceu algo muito de repente. Acredito que poderia ser trabalhado de forma que trouxesse mais naturalidade ao nascimento do romance. Mas nada que atrapalhe ou seja de tamanha relevância para diminuir minha nota para o livro. 

"O medo crescia dentro dele enquanto o homem andava como um animal em sua direção, como se estivesse pronto para atacar."

Crônicas de Markus traz de volta o vampiro clássico, resgata a essência das histórias há muito deixadas de lado e te envolve em uma trama cheia de mistérios. Se você gosta desse tipo de livro, com certeza vai adorar essa leitura. 


11 comentários :

  1. Oi.

    Não conhecia este livro ainda. Também nunca li nada da editora ainda. O livro me parece ser bem legal, e sua resenha e nota me deixaram bem curiosa com relação ao livro. Vou anotar o nome e ver se consigo ler depois.

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi falar desse livro,mas ultimamente penso um milhão de vezes antes de ler algo sobre vampiros uma vez que acho que as ideias estão indo para o mesmo lugar. Mas esse livro parece ir por um caminho diferente... Quem sabe eu não de uma oportunidade a leitura.

    ResponderExcluir
  3. Oie amore,

    Quando entro nesse blog me sinto como se estivesse entrando naquelas casas de vó sabe, no campo, com café e bolo na mesa.
    E essa resenha que trouxe hoje me deixou ainda mais à vontade e com vontade de permanecer nessa casa.
    Que lindeza essa capa.
    E olha que eu nem gosto muito de vampiros, masss...

    Beijokas

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia a história, mas gosto muito de vampiros, então esse me deu muita vontade de ler, parece ser carregado de mistério a serem desvendados. Obrigada pela dica. Curti bastante a capa.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Eu achei essa capa bem legal, dá logo a sensação de algo vampiresco. Curto muito história de vampiros nesse estilo, são as minhas preferidas. Gostei da premissa, dos pontos que você mostrou, deve ser uma leitura linda, beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Confesso que sou uma apaixonada por vampiros desde a infância, e isso faz muito tempo. kkkk Digamos que o sou desde antes de virar "modinha", como dizem. Bem, o que mais me cativou na sua resenha é você ter deixado claro que ele puxa os vampiros para algo mais "bestial" - digamos assim -, mais raiz, das origens clássicas e é isso que está me levando a anotar essa dica. Adorei a capa também.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Esse livro, de certa forma, é envolto numa atmosfera de previsibilidade, não é? Consigo imaginar o que vai acontecer, mas fico intrigada para conhecer as intrigas que a trama traz. Também gosto muito da ideia de um vampiro clássico, aqueles novos são um saco, não é?
    Vou tentar fazer a leitura e espero curtir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. oie, adorei saber que o autor tem domínio da escrita, pois para mim a escrita boa é uma das partess mais importantes de um livro. Gostei também de saber que é um livro que prende e que é cheio de reviravoltas. Eu nunca tinha ouvido falar mas fiquei a fim de ler.

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Não conhecia o livro, porém a premissa não me chamou muito a atenção. Mas pra quem gosta, é uma excelente pedida!

    ResponderExcluir
  10. Foi uma honra estar no site. Muito obrigado <3

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Adorei sua resenha e já estou mega curiosa pra ler o livro, especialmente porque você falou que resgata o vampiro clássico e eu adoro livros assim, em que o vampiro é o ser maligno que deve ser.
    Bjs!

    ResponderExcluir